quinta-feira, 26 de maio de 2016

PROJECTAR #42


A quadragésima segunda sessão da actividade PROJECTAR propõe mais uma sessão dupla, com a projecção de documentários sobre edifícios ligados a movimentos políticos antagonistas e as suas interpretações da arquitectura moderna do século XX, e terá lugar no auditório da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes, em Torres Novas, no próximo dia 9 de Junho, pelas 19h00.

Ambos da série Architectures e realizados por Richard Copans, o primeiro, de 2006, apresenta-nos o Palácio de Recepções e Congressos de Roma, projectado pelo arquitecto italiano Adalbeto Libera em 1937 para o regime fascista de Benito Mussolini.

Adalberto Libera foi simultaneamente um pioneiro da modernidade na arquitectura e um fascista convicto. Ele realizou o Palácio de Recepções e de Congressos de Roma.

Em 1937, a Itália de Mussolini lança um dos seus projectos mais ambiciosos sob o nome de código E.42. Trata-se de construir uma nova cidade monumental, à imagem da Roma Imperial, para a exposição internacional de 1942 em Roma. Adalberto Libera, pioneiro do modernismo e arquitecto devotado ao regime, vence o concurso para um dos edifícios mais importantes do conjunto: o Palácio de Recepções e Congressos, para o qual fará um gigantesco templo, edifício desmesurado cuja sala principal pode conter exactamente o Panteão de Roma.


in: http://boutique.arte.tv/f1259-architectureslepalaisdesreceptionsetdescongresderome



O segundo documentário, realizado em 2013, é dedicado ao edifício da sede do Partido Comunista Francês, em Paris, concebido pelo arquitecto brasileiro Óscar Niemeyer de 1965 em diante, durante o seu exílio nesta cidade para escapar à ditadura militar que se instalou no seu país.

Construido entre 1965 e 1980, a sede do Partido Comunista Francês reflecte uma ambição política.

Os dirigentes do movimento desejam então reunir num único edifício as antenas dispersas por Paris. Eles sabem que a nova sede será avaliada como um sinal da evolução do partido, da sua relação com o estalinismo, das suas relações com os artistas e os intelectuais. Para encarnar esta "abertura", eles atribuem o projecto ao arquitecto comunista Óscar Niemeyer, célebre no mundo inteiro por ter criado do nada a capital do seu país de origem, Brasília.

in: http://boutique.arte.tv/f10516-architectures_maison_parti_communiste_francais


Com estas sessões propõe-se esta Delegação da Ordem dos Arquitectos exibir documentários de Arquitectura, como forma de divulgar a vida e obra de arquitectos com importância na história e teoria da arquitectura, nacional e internacional, de várias épocas e movimentos, e assim contribuir para o enriquecimento da cultura arquitectónica na nossa região.

Estas sessões destinam-se, para além dos arquitectos da região, a outros técnicos e a todas as pessoas com curiosidade e interesse nestes temas, sendo de acesso livre mas limitadas à lotação do auditório da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes, em Torres Novas, disponibilizado para o efeito.

Apoio:
Município de Torres Novas

PROGRAMA:

9 de Junho, 19h00
Auditório da Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes, Torres Novas
O Palácio de Recepções e Congressos de Roma
ADALBERTO LIBERA
(2006, Richard Copans, 26')
A Sede do Partido Comunista Francês
OSCAR NIEMEYER
(2013, Richard Copans, 27')

Sem comentários:

Enviar um comentário